'Uma história de família': Alugue um parente e se vire para conseguir o afeto

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O cenário é o Japão, e o diretor alemão Werner Herzog capricha em exibir particularidades do país em seu “Uma história de família”: das belas cerejeiras floridas, a templos cheios, robôs imitando humanos ou o famoso cruzamento de carros e pedestres do bairro de Shibuya. Até mesmo o título remete a Yasujirô Ozu, o grande mestre japonês especialista em retratar relações familiares em seus filmes.

No entanto, por trás do cenário japonês, há o desejo de Herzog em explorar o artificial e o real por trás de relações humanas. Trata-se de um tema universal.

No caso de “Uma história de família”, o enredo gira em torno de uma agência que oferece atores para que se passem por parentes dos clientes. É como se fosse um aluguel de carro, com a diferença que a gente não costuma criar laços afetivos com uma Kombi da mesma forma que temos com pais ou irmãos. É justamente esse o questionamento que o diretor propõe: até que ponto é possível simular emoções em troca de dinheiro?

Dentro do espírito pretendido por Herzog em discutir a verdade entre relações, a ficção é rodada como um documentário de câmera na mão que segue seus personagens de perto. Também na ideia de embaralhar sentidos, Herzog escalou o ator Ishii Yuichi para interpretar ele mesmo: Yuichi é o proprietário de uma empresa fundada há mais de 10 anos para “alugar” pais, amigos, namorados e o que mais a imaginação possa sugerir. Em 2019, quando Herzog lançou seu filme em festivais, a empresa de Yuichi tinha mais de dois mil funcionários trabalhando para preencher alguma dessas lacunas afetivas.

“Uma história de família” é, assim, um interessantíssimo produto de um tempo de relações frágeis, construídas nos mundos real ou virtual. Sua produção é simples, com poucos recursos, e um roteiro não tão elaborado. Mas o tema, como quer Herzog, é ótimo para reflexão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos