Uma história de sucesso que começou com um casamento falhado

A história de sucesso de Linda Mahoney, fundadora da agência imobiliária BetterHomes, no Dubai começou com um casamento falhado.

"Uma amiga alugo-nos uma vivenda quando chegámos ao Dubai. Nessa altura, trabalhava na área da saúde, e ela dizia-me: 'se alguma vez estiveres à procura de emprego, diz-me'. Eu pensava que nunca iria andar à procura de emprego, até que a vida me obrigou a fazê-lo, devido ao falhanço do meu casamento. Fui trabalhar para ela, foi um processo lento, durante três meses. Depois ela foi-se embora, e eu não sabia bem o que fazer, porque não era propriamente uma agente imobiliária. Tinha dois filhos e tinha de tomar a decisão de ficar no Dubai, e de me sustentar a mim própria, e foi exactamente o que fiz. Acabei por tornar-me na proprietária de uma empresa que tinha um empregado", contou Linda Mahoney.

"Nunca tinha exercido esta profissão"

"Nunca tinha exercido esta profissão e tinha 500 dirhams no banco. Mas o lado interessante de ser jovem é não termos medo. Não há nada que não se possa fazer. Tudo o que fiz foi falar com proprietários e visitar propriedades. O Dubai foi o sítio certo na altura certa. Não apenas para mim, mas para muitas pessoas. Havia cada vez mais trabalhadores expatriados e mais movimento no Dubai. A procura aumentou. E foi isso que me levou a recrutar empregados. Mudei-me para uma garagem e contratei uma pessoa. Quando contratei essa pessoa, as receitas aumentaram. Assim, sem dar por isso, tinha um empregado e depois dois, três, cinco. Foi assim que o negócio cresceu. Pouco a pouco, com o aumento da procura. E tudo o que fazíamos era alugar uma propriedade em nome de um proprietário. No momento em que o governo liberalizou as vendas no mercado, tudo mudou. Foi aí que crescemos verdadeiramente", acrescentou a fundadora da empresa BetterHomes.

"A vida é o que acontece entre os planos"

"Foi mais ou menos nessa altura que o meu filho entrou para a empresa, porque entretanto ele tinha crescido. Tive muita sorte porque o meu filho e eu somos conplementares. Eu tenho talento para a comunicação e ele é um estratega. Sem isso, nunca teríamos crescido desta forma. Ele estruturou todo o crescimento da empresa durante 20 anos. Um dos grandes desafios foram as crises financeiras globais. É sempre uma preocupação para uma pequena empresa, mas o Dubai conseguiu resistir a essas tempestades. E voltámos a prosperar. Hoje, temos quatro escritórios com 450 empregados. Temos um empregado que está connosco há 23 anos, outro há 22 anos, e muitos há 15 anos. É difícil explicar o quanto isso me faz sentir feliz. As empresas familiares, se houver harmonia, são uma coisa muito boa.Quando me perguntam o que vamos fazer a seguir, eu digo: Quem sabe? A vida é o que acontece entre os planos", concluiu Linda Mahoney.