União Brasil tenta convencer Moro a concorrer a deputado dizendo que ele será líder de um movimento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 15.03.2022 - O ex-juiz Sergio Moro fala com imprensa após sair de um evento com reitores de universidades no país, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 15.03.2022 - O ex-juiz Sergio Moro fala com imprensa após sair de um evento com reitores de universidades no país, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em esforço de convencimento para que Sergio Moro dispute as eleições como deputado federal, dirigentes da União Brasil têm dito que ele não será recebido como um parlamentar como os demais, mas sim como líder de um movimento político, com aliados, seguidores e bancada no Congresso.

Para eles, o ex-juiz tem que escolher entre pegar ou largar.

As alternativas que ele estudava foram inviabilizadas: Luciano Bivar, presidente da sigla, foi lançado como pré-candidato à Presidência, e Milton Leite, presidente da Câmara Municipal de SP, deve buscar o Senado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos