União Europeia decide padronizar carregador de celular

Um carregador USB tipo C ao lado do cabo Lightning proprietário da Apple
O carregador portátil do tipo C (à direita) deve se tornar padrão em boa parte da Europa, mesmo em dispositivos da Apple, que usam a entrada Lightning (à esquerda)

Os dias de caça aos cabos para encontrar o carregador certo para o celular podem estar com os dias contados na União Europeia.

Os países que compõem o bloco concordaram de forma provisória que novos dispositivos eletrônicos portáteis devem usar um carregador USB do tipo C (USB-C) até o outono de 2024.

No Brasil, dois projetos de lei semelhantes sobre padronização dos carregadores chegaram a ser propostos na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, mas acabaram arquivados.

A BBC News também perguntou ao governo do Reino Unido se pretende aprovar uma legislação semelhante.

Sob os atuais acordos pós-Brexit, a decisão da União Europeia se aplicaria à Irlanda do Norte, segundo autoridades tanto da União Europeia quanto do Reino Unido.

De acordo com um relatório parlamentar de dezembro de 2021, os "novos requisitos também podem se aplicar a dispositivos vendidos na Irlanda do Norte sob os termos do protocolo da Irlanda do Norte no acordo do Brexit, potencialmente desencadeando divergência de padrões de produtos com o resto do Reino Unido".

'Sufoco à inovação'

Produtos da Apple, como iPhones e iPads, terão que se adequar ao novo regulamento, assim como os notebooks. Os dispositivos que serão lançados até a data limite, no outono de 2024, não precisarão ser padronizados.

O acordo provisório será apresentado ao Parlamento Europeu e ao Conselho de Ministros após as férias de verão, onde poderá ser formalmente aprovado.

A Apple disse à BBC que não tinha novos comentários a fazer a respeito deste assunto. Anteriormente, a empresa havia se posicionado contra a proposta, quando ela foi apresentada pela primeira vez em setembro de 2021.

À época, um representante da Apple disse à BBC News que "a regulamentação rígida que exige apenas um tipo de conector sufoca a inovação em vez de incentivá-la, o que, por sua vez, prejudicará os consumidores na Europa e em todo o mundo".

A Apple é a maior fabricante a usar um tipo de carregador personalizado exclusivo para alguns de seus produtos — os iPhones, por exemplo, usam um conector chamado Lightning.

A nova regra abrangerá uma gama de "eletrônicos portáteis de pequeno e médio porte", de acordo com a União Europeia. A lista inclui:

  • celulares

  • tablets

  • fones de ouvido

  • microfones

  • videogames

  • joysticks

  • alto-falantes

Qualquer um desses dispositivos portáteis deverá usar um cabo USB-C, independentemente do fabricante.

Os notebooks também terão que cumprir a decisão, mas as empresas terão 40 meses para fazer a alteração após a entrada da medida em vigor.

O acordo também inclui um plano para permitir que os clientes decidam se desejam ou não que os dispositivos eletrônicos venham com carregadores na hora da compra.

"Esta lei faz parte de um esforço amplo da União Europeia para tornar os produtos mais sustentáveis, reduzir o lixo eletrônico e facilitar a vida dos consumidores", informa o bloco em nota publicada no site da entidade.

De acordo com os cálculos feitos pelo grupo, a medida ajudaria a economizar "até € 250 milhões por ano em compras desnecessárias de carregadores" e evitaria o despejo de 11 mil toneladas de resíduos a cada 12 meses.

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos