Nasdaq bate recorde, e Dow Jones fecha em alta de 0,91%

Nova York, 12 jul (EFE).- O índice composto da Nasdaq estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira, ao fechar em alta de 1,39% e chegar a 7.823,92 pontos, enquanto o Dow Jones Industrial subiu 0,91%, em um pregão embalado por valorizações de títulos de empresas do setor tecnológico.

Ao final do pregão, o principal indicador da Bolsa de Nova York subiu 219,21 pontos e chegou a 24.924,89. Já o seletivo S&P 500 avançou 0,87%, até 2.798,29.

O Nasdaq subiu hoje graças ao desempenho de duas grandes empresas, que viram seus papéis atingirem a maior cotação da história: Amazon (2,41%) e Facebook (2,19%).

Outras companhias que contribuíram para a alta foram a Apple (1,72%) e a matriz do Google, a Alphabet (2,59%). Por outro lado, os papéis da Netflix, que costumam fazer parte do grupo, caíram 1,23%.

O acordo da Broadcom para comprar a QUAL Technologies também teve impacto no resultado do Nasdaq. Enquanto as ações da primeira caíram 13,76%, os papéis da segunda subiram 18,65%.

Os investidores optaram pelas compras desde o início do pregão, em meio aos rumores de que Estados Unidos e China poderiam dar oportunidade às negociações de política comercial após a divulgação dos planos da Casa Branca de impor tarifas de US$ 200 bilhões.

O otimismo em relação à divulgação dos próximos resultados empresariais e os bons resultados da economia americana também influenciaram positivamente os investidores.

Entre as 30 empresas cujos papéis são negociados no Dow Jones, as altas mais expressivas foram de Cisco (2,37%), Intel (2,30%) e Microsoft (2,25%), United Techonologies (1,98%), Caterpillar (1,95%) e Boeing (1,59%).

Por outro lado, registraram quedas os títulos de Procter & Gamble (- 0,34%), Coca Cola (- 0,27%), e Verizon (- 0,19%), entre outras.

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.247,10, enquanto o rendimento do bônus do Tesouro a 10 anos avançava até 2,853%. EFE