União Europeia paga menos do que EUA por vacina, diz jornal

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A União Europeia está pagando menos do que os EUA pelas vacinas contra o coronavírus, segundo informações publicadas pelo jornal The Washington Post. Os custos dos imunizantes para os europeus eram confidenciais, mas na quinta-feira (17) uma autoridade belga publicou uma lista no Twitter —e apagou a mensagem em seguida. O jornal americano comparou os preços da postagem com uma lista feita pela empresa de análise Bernstein Research e descobriu que o bloco europeu tem desconto de 24% na vacina da Pfizer, pagando US$ 14,76 por dose (R$ 75,31), enquanto os americanos gastam US$ 19,50 (R$ 99,50). Parte da diferença pode ser explicada pelo fato de que a União Europeia subsidiou o desenvolvimento do medicamento e pelos custos de envio ao EUA dos imunizantes fabricados na Europa. De acordo com o documento publicado no Twitter, o bloco vai pagar 45% a menos do que os EUA pela vacina da AstraZeneca/Oxford, que está sendo desenvolvida. Mas os europeus pagarão 20% a mais pelo imunizante da Moderna, que foi autorizada para uso emergencial na sexta-feira (19). As duas pesquisas foram parcialmente financiadas pelo governo americano, num esforço de acelerar o processo de desenvolvimento.