"União Europeia sai das crises mais forte"

Na mensagem de Ano Novo, a presidente do Parlamento Europeu lembrou um "ano difícil para a Europa" e garantiu o apoio à Ucrânia em 2023.

Roberta Metsola destacou os principais desafios do último ano: a pandemia da Covid-19, uma tempestade perfeita de alterações climáticas, o aumento da inflação, e a diminuição do fornecimento de energia. "Tudo isto com um pano de fundo da guerra no continente". Para Metsola, "se há uma lição a retirar deste contexto, é que a União Europeia sai das crises mais forte e mais unida". Em 2023, diz a presidente do parlamento, é preciso duplicar a proteção dos valores europeus (liberdade, democracia, justiça, igualdade, solidariedade, e Estado de direito). Mais importante ainda, "é preciso continuar ao lado da Ucrânia pela paz com liberdade, com dignidade e com segurança".

Apesar de uma nova vaga de ataques de mísseis russos por todo o país, no último dia do ano, os ucranianos reuniram-se para acolherem juntos 2023.