União de Tarcísio, Haddad e Garcia favorece cassação de deputado bolsonarista

Deputado bolsonarista Douglas Garcia agride jornalista Vera Magalhães durante debate em SP (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Deputado bolsonarista Douglas Garcia agride jornalista Vera Magalhães durante debate em SP (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A “união” entre Fernando Haddad (PT), Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Rodrigo Garcia (PSDB), os três candidatos ao governo de São Paulo, pode acelerar a punição ao deputado estadual bolsonarista Douglas Garcia (Republicanos-SP) pela agressão à jornalista Vera Magalhães. A informação é do jornalista Igor Gadelha, do portal Metrópoles.

Os três candidatos ao governo do estado defendem que a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) casse o mandato do parlamentar.

Mas as motivações de cada um deles é diferente, informou o jornalista Igor Gadelha.

Garcia, que tenta a reeleição, quer atingir Tarcísio, que aparece em segundo lugar nas pesquisas eleitorais.

Já Tarcísio teme que o episódio faça com que as mulheres o rejeitem, problema que o presidente Jair Bolsonaro (PL) enfrenta.

Petista, Haddad quer a cassação de Douglas Garcia, pois é opositor declarado do bolsonarismo.

Entenda o caso

A jornalista Vera Magalhães foi agredida pelo deputado Douglas Garcia na saída do debate para governador do estado de São Paulo na noite de terça-feira (13), que aconteceu no Memorial da América Latina.

Magalhães usou sua conta no Twitter para falar das agressões e postar vídeos do momento. Por conta do ocorrido, segundo relato da própria, ela teve de sair escoltada do local.

Ao menos seis representações foram feitas no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) pedindo a cassação do deputado por quebra de decoro parlamentar.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)