Relógio astronômico de Praga é restaurado pelos 100 anos da independência

Praga, 6 abr (EFE).- A República Tcheca vai comemorar 100 anos de existência em 2018 e, por isso, o governo de Praga iniciou nesta quinta-feira a reconstrução da Torre da Prefeitura da Praça Velha e de seu relógio astronômico, uma das principais atrações turísticas do país.

As obras na Torre, no famoso relógio e na capela vão durar um ano e cinco meses e terão um custo de 1,8 milhão de euros (quase R$ 6 milhões), de acordo com o conselheiro municipal de Cultura, Jan Wolf.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o monumento foi seriamente danificado. À época, segundo o conselheiro, uma "reconstrução rápida" foi feita, mas é agora que os elementos do estilo original serão recuperados.

Além de tornar o mirante da Torre mais seguro, de consertar janelas e de modernizar a iluminação, os acessos e os banheiros, o relógio será recuperado para ter de volta o seu estilo gótico. Na reconstrução do pós-guerra, foram introduzidas rodas dentadas de metal, em vez de tambores de madeira, que agora voltam ao relógio, cujo astrolábio também luzirá conforme as cores que aparecem nos documentos do século XIX.

Perante o relógio, que mostra alegorias sobre os grandes vícios e virtudes, todos os dias, multidões de turistas se concentram para ver os apóstolos, cuja pintura também será restaurada. EFE