Universidades federais vão receber R$ 125 milhões para obras e compra de placas solares

Gabriel Shinohara

BRASÍLIA - O Ministério da Educação (MEC) vai liberar R$ 125 milhões adicionais para universidades federais comprarem placas fotovoltaicas e concluírem obras que estão paradas ou em andamento. Os recursos são da Secretaria de Educação Superior do próprio ministério e serão liberados ainda este ano.

O secretário de Educação Superior, Arnaldo Lima, disse que os recursos devem ir para as obras com pelo menos metade da obra concluída. Segundo ele, todas as universidades receberão os fundos extras.

- Tem dois objetivos: Terminar as obras em andamento, a gente quer focar naquelas que estão pelo menos com nível mínimo de 50% de execução e investir em energia limpa para que a gente tenha, acima de tudo, uma redução de despesa permanente.

O Ministério estima que a instalação de painéis solares fotovoltaicos devem gerar uma economia de energia de até R$ 25,5 milhões ao ano para as universidades.

A distribuição dos recursos será guiado por dois critérios. Serão R$ 87,5 milhões para as universidades que tem meno rcusto por aluno e o restante, R$ 37,5 milhões, irão para as instituições com melhor desempenho. Em média, cada universidade receberá de R$ 1,5 mi a R$ 2 milhões.