Universitário preso com drogas sintéticas planejava vender material em festa rave, diz polícia

Marcos Nunes
·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução

Um estudante de engenharia, de 26 anos, e um homem, de 25, foram presos por suspeita de tráfico de drogas sintéticas, na Costa Verde do Rio. Segundo a polícia, a dupla estava com 182 gramas de haxixe , 22 comprimidos de ecstasy, uma quantidade de MDMA ( variação do ecstasy com alto poder alucinógeno) e LSD.

As prisões aconteceram na cidade de Mangaratiba, nesta terça-feira. Segundo o delegado Vilson de Almeida Silva, da 166ªDP (Angra dos Reis), já se sabe que a maior parte do material apreendido seria vendido em uma festa rave, marcada para acontecer no dia 6 de fevereiro, em Angra dos Reis.

A polícia chegou até a dupla através de um de uma investigação da 166ªDP, que durou um mês, segundo o delegado Vilson Almeida Silva.

—Através deste trabalho de inteligência, os policiais identificaram e prenderam o universitário de engenharia e o outro homem. Eles planejavam vender as drogas sintéticas numa festa rave, no início de fevereiro — disse o delegado.

De acordo com a polícia, o primeiro a ser preso foi um suspeito de 25 anos. Ele estava em uma praça quando foi abordado por policiais . Com ele, foi encontrado parte do material apreendido. Em seguida, o detido disse que as drogas estavam sendo vendidas a pedido do universitário. O estudante acabou sendo preso em um carro, a pouca distância do primeiro local .

Os policiais seguiram então para as casas dos dois homens, na cidade de Angra dos Reis.

Nas duas residências foram encontrados o restante das drogas e uma balança de precisão. Também foram apreendidos dois celulares e uma quantidade de comprimidos partidos de MDMA , droga geralmente vendida para consumidores de classe média alta. De acordo com o delegado Vilson de Almeida Silva, os presos foram autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico.

O material apreendido não teve o valor estimado revelado pela polícia. A previsão é a de que o estudante e o outro homem passem por uma audiência de custódia, nesta quinta-feira. Durante o procedimento, um juiz poderá confirmar a prisão ou decidir pela liberdade dos suspeitos.