Universitária é assassinada por homem em MG: "Tenho medo dele"

·1 minuto de leitura
Residência onde corpo de universitária morta foi encontrado, em Araguari (MG)
Residência onde corpo de universitária morta foi encontrado, em Araguari (MG)

Uma estudante de medicina de 20 anos foi morta com um tiro na cabeça por um homem na madrugada do último sábado (10), em Araguari, no interior de Minas Gerais. O corpo foi encontrado pela polícia enterrado na residência do suspeito, um mototaxista de 43 anos com quem ela já tinha se encontrado em outras duas ocasiões.

O homem, que já cumpriu prisão por homicídio, enterrou o corpo no quintal da casa onde estavam, após balear a cabeça da jovem. A Polícia Militar o encontrou no dia seguinte e, após troca de tiros, o suspeito morreu.

Leia também

Natural de São José dos Campos (SP), a vítima cursava medicina no Uruguai e estava desde o mês passado em Uberlândia, que fica a 30 km de Araguari.

De acordo com a PM, a jovem escreveu para uma amiga, ainda na sexta-feira à noite, que o homem contava histórias estranhas sobre ter matado uma garota de programa. Desconfiada, ela chegou a enviar a localização de onde estava. "Tenho medo dele", escreveu.

Pouco tempo depois da meia-noite, enviou a última mensagem avisando que iria dormir e que até 7h avisaria à amiga que iria embora, o que não ocorreu.

A PM encontrou com ele duas armas de fogo, munição e facas, além de quase R$ 7 mil em dinheiro vivo.

A Perícia Técnica da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) compareceu ao local dos fatos para os levantamentos iniciais e a investigação está em andamento.

Na ficha criminal passada ao portal UOL pela PM, consta que o homem cumpriu 12 anos de prisão pelo homicídio da mulher, em 2006, também em Araguari.