Unlimint anuncia plataforma que possibilita trocar criptomoeda por Pix

Unlimint apresentou a GateFi, solução que permite que usuários troquem moeda fiduciária em criptomoeda e vice-versa (Getty Creative)
Unlimint apresentou a GateFi, solução que permite que usuários troquem moeda fiduciária em criptomoeda e vice-versa (Getty Creative)
  • Unlimint anunciou a ferramenta GateFi durante o Web Summit;

  • Solução permite que usuários troquem moeda fiduciária em criptomoeda e vice-versa;

  • GateFi ainda serve como acesso à Web 3.0 e finanças descentralizadas (DeFi) para os diversos tipos de usuários de moeda digital.

A fintech global de soluções de pagamentos Unlimint apresentou uma nova ferramenta que promete facilitar a vida no metaverso. Chamada de GateFi, a solução permite que usuários troquem moeda fiduciária em criptomoeda e vice-versa. As informações são do portal Money Times.

A novidade foi apresentada durante o Web Summit, em Lisboa. A GateFi ainda serve como acesso à Web 3.0 e finanças descentralizadas (DeFi) para os diversos tipos de usuários de moeda digital.

Outra possibilidade oferecida pela nova plataforma é a conexão de redes de pagamento tradicionais a redes públicas de blockchain por parte de desenvolvedores de aplicativos descentralizados (dapp).

“O GateFi vai acelerar ainda mais esse processo de adoção de criptomoedas para Defi, NFT e Gamefi. Ao combinar a experiência com soluções financeiras da Unlimint com redes confiáveis e novas ideias para adoção de moeda digital, o GateFi proporcionará uma experiência única de acesso ao blockchain e da internet descentralizada, preparando nossos clientes para o futuro”, explicou ao Money Times o chefe de GateFi da Unlimint, Jack Jia.

Cripto em alta

No mês passado, o Google estabeleceu uma parceria com a Coinbase para permitir que os clientes paguem pelos serviços de nuvem com criptomoedas.

A novidade foi anunciada durante Cloud Next deste ano, uma conferência na qual o Google apresenta para empresas o negócio de computação em nuvem de última geração. Atualmente, o recurso corresponde a quase um décimo da receita gerada.

Segundo a empresa, os pagamentos feitos com ativos virtuais estarão disponíveis para os clientes no espaço Web3 no início do próximo ano.

A gigante da tecnologia começará a usar o Coinbase Node, uma ferramenta na qual os desenvolvedores podem usar para obter acesso a blockchains e criar aplicativos descentralizados,

“Queremos tornar a construção na Web3 mais rápida e fácil, e essa parceria com a Coinbase ajuda os desenvolvedores a aproximarem-se desse objetivo”, disse Thomas Kurian, CEO do Google Cloud, num comunicado.