Urso polar fica com lata presa à língua após buscar alimento em vilarejo na Rússia; vídeo

Um urso polar apareceu próximo de casas em um posto avançado em Dikson, no norte da Rússia, na região do Ártico, em busca de ajuda. O animal, uma fêmea com cerca de dois anos de idade, ficou com uma lata vazia de leite condensado presa à língua enquanto tentava se alimentar dos restos do alimento que havia dentro da embalagem.

Vídeo: para aliviar calor, zoo na Bélgica distribui picolé de frutas para os animais

Fotos: Malásia apreende partes de animais no valor de US$ 18 milhões

O urso apareceu perto de residências da região, já bastante debilitado, devido às tentativas de se desvencilhar da peça que o cortava. Ela se aproximou de um morador local, que tentou remover o item da boca do animal.

“O urso ficou tão exausto com a lata que vinha até nós e mostrava a língua. Mas era impossível ajudar sem traumatizar o urso, então as pessoas desistiram”, relatou um morador da região.

Especialistas disseram ao Mirror que os ursos polares normalmente nunca se aproximariam de seres humanos daquela maneira. No entanto, o animal deve ter chegado até o lixo, onde encontrou a embalagem cortante, enquanto procurava por alimentos na vila.

Ataque de pitbull: especialistas dizem que esses animais não são agressivos se bem adestrados

Svetlana Akulova, diretora geral do Zoológico de Moscou, disse que o plano seria sedar o urso, libertá-lo e afastá-lo do assentamento para sua segurança. Svetlana Radionova, chefe do Serviço Federal de Supervisão de Recursos Naturais, disse que o animal estava “à beira da morte.

“Preparamos 50 kg de peixe para o urso para ajudar na sua recuperação”, afirmou Akulova. “Já encontramos especialistas, uma equipe de veterinários de Moscou, que voarão para lá para ajudar”, disse Radionova, apontando que, para remover a lata, seria preciso imobilizar o urso, o que só seria feito mediante uma autorização.

Após a retirada da lata da língua do animal, Akulova comemorou o êxito da ação.

“Esperamos que tudo fique bem. Deixamos alguns peixes perto da ursa porque ela estava sem comida e água há muito tempo”, disse.

Um veterinário do Zoológico de Moscou informou que, embora a ursa parecesse fraca e desidratada, ela deveria se recuperar totalmente dos ferimentos, devendo ser liberada de volta ao seu habitat após alguns dias de monitoramento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos