Uruguai, o primeiro país da América Latina a vacinar menores contra covid-19

·2 minuto de leitura
Nesta foto divulgada pela agência de notícias Adhoc, alunos de uma escola rural usam máscaras em Puntas de San Pedro, departamento de Colônia, Uruguai, em 22 de abril de 2020

O Uruguai começou a vacinar adolescentes entre 12 e 17 anos com doses da Pfizer nesta quarta-feira(9), tornando-se o primeiro país latino-americano a imunizar menores contra a covid-19, decisão com a qual as autoridades esperam retomar as aulas presenciais no ensino médio.

Cerca de 157.000 menores já agendaram a vacinação contra a covid-19 de uma população total de 280.000 pessoas nesta faixa etária, disse o vice-secretário de Saúde, José Louis Stadjian, durante coletiva de imprensa.

Isto "nos dá um indício da grande adesão de toda a população para se vacinar", avaliou.

As autoridades esperam adiantar o retorno às salas de aula do ensino médio até o final de julho, quando o grupo atingir a imunidade total. As escolas primárias serão reabertas em junho.

O presidente Luis Lacalle Pou havia anunciado essa decisão na terça-feira da semana passada em uma entrevista à televisão.

“Hoje a Comissão de Vacinas autorizou a vacinação dos 12 aos 18 anos, com a qual já no final desta semana estaremos ligando para que sejam agendadas” nessa faixa etária, disse o presidente ao Canal 10 local.

O Chile também autorizou a vacinação de adolescentes entre 12 e 16 anos com a Pfizer, mas a campanha começará a partir de 20 de junho, segundo o ministro da Saúde.

O Uruguai, com 3,5 milhões de habitantes, é atualmente a nação com o maior número de mortes no mundo nos últimos 14 dias, em relação à sua população, segundo balanço da AFP feito com dados oficiais.

Apesar das reivindicações da comunidade científica e opositores, Lacalle Pou descartou a paralisação do país decretando medidas de confinamento.

O governo aposta em uma intensa campanha de vacinação que, desde seu início em 1º de março, já imunizou 58% da população com pelo menos uma dose da Sinovac, Pfizer ou Astrazeneca.

Trinta por centro já estão totalmente imunizados.

gv/mps/jc/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos