Usaid e BID abrem concurso de projetos para amenizar crise venezuelana

(Arquivo) Vista de área residencial de Caracas

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento abriram nesta segunda-feira (21) um concurso por meio do qual 13,5 milhões de dólares serão destinados a projetos que ajudem a amenizar a crise venezuelana.

"Estamos buscando ideias de como melhorar a vida dentro da Venezuela e também fora da Venezuela", disse John Barsa, administrador adjunto da USAID, por telefone.

Barsa detalhou que, devido à profunda crise política, econômica e humanitária que a nação caribenha atravessa, "4,5 milhões de venezuelanos estão fugindo do país, na maior migração da história do hemisfério ocidental".

De acordo com a ONU, desde 2016 cerca de 3,6 milhões de venezuelanos deixaram seu país.

O programa da USAID e do BID, chamado "Juntos É Melhor Challenge", vai oferecer nos próximos dois anos 13,5 milhões de dólares para financiar projetos em diferentes etapas de desenvolvimento, desde a ideia inicial até sua implementação.

Segundo a convocação, podem participar pessoas de qualquer nacionalidade, mas os projetos - que podem ter ou não fins lucrativos - devem ser orientados para procurar "soluções inovadoras" para os problemas cotidianos dos venezuelanos.