USDA surpreende e reduz avaliação das condições das safras de milho e soja nos EUA

·1 minuto de leitura
Cultivo de trigo

Por Mark Weinraub

CHICAGO (Reuters) - A condição da safra do milho e da soja dos Estados Unidos piorou inesperadamente na última semana, com seca em áreas de produção no oeste do Rio Mississippi estressando as safras, afirmou o governo dos EUA nesta segunda-feira.

Além disso, o trigo de primavera murchou devido a uma severa seca nas planícies do norte dos EUA, com as avaliações semanais do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) mostrando que a safra estava no pior estado desde 1988.

O USDA afirmou que as avaliações de bom a excelente para o milho recuaram 1 ponto percentual, para 64% na semana encerrada em 25 de julho, principalmente devido aos declínios em Estados como Iowa e Dakota do Norte. A safra de soja foi avaliada em 58% de boa a excelente, 2 pontos percentuais abaixo da semana anterior.

A média das estimativas dos analistas em uma pesquisa da Reuters apontou avaliações de bom a excelente para o milho a 65%. As previsões variaram de 64% a 66%, com mediana de 65%.

A avaliação bom a excelente do USDA para a soja foi esperada em 60%, com estimativas variando entre 59% a 62%. A estimativa mediana da soja também foi de 60%.

O trigo de primavera foi avaliado 9% bom a excelente, 2 pontos percentuais abaixo da semana anterior e 1 ponto percentual abaixo da média prevista pelos analistas.

(Reportagem de Mark Weinraub)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos