Usina nuclear ucraniana de Zaporizhzhia interrompe operações

(Reuters) - As operações da usina nuclear ucraniana Zaporizhzhia, controlada pela Rússia, foram totalmente interrompidas como medida de segurança, informou a agência estatal responsável pela usina, Energoatom, neste domingo.

A usina "está completamente parada" depois que a agência desconectou a unidade de energia número 6 da rede às 3h41 (no horário local), disse em comunicado. "Os preparativos estão em andamento para seu resfriamento e transferência para um estado frio."

Kiev pediu na quarta-feira que os moradores das áreas ocupadas pelos russos ao redor da usina, a maior da Europa, se retirassem para sua própria segurança.

A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente de bombardear a usina nuclear, gerando risco de um desastre nuclear. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, pediu a desmilitarização da área ao redor.

Neste domingo, a Agência Internacional de Energia Atômica informou que uma linha de energia reserva para a usina nuclear foi restaurada, fornecendo a eletricidade externa necessária para resfriar seus reatores.

(Reportagem de Lidia Kelly e Francois Murphy)

(Tradução Redação Brasília, 55 11 5047-2695; REUTERS BC)