Uso de máscaras contra Covid-19 é recomendado pela ciência

·2 minuto de leitura
Tuíte enganoso dá a entender que o uso de máscara segue apelo de vidente. Estudos científicos indicam que essa é uma das ações mais importantes no combate à doença (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Tuíte enganoso dá a entender que o uso de máscara segue apelo de vidente. Estudos científicos indicam que essa é uma das ações mais importantes no combate à doença (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
  • Especialistas reforçam a necessidade do uso de máscara

  • Estudos científicos indicam que o uso da máscara deve ser mantido para evitar reinfecção e transmissão da Covid-19

  • Máscara PFF2 (ou N95) é a melhor opção para evitar contágio

Um post no Twitter, que até o momento da publicação desta reportagem tinha mais de 1.600 curtidas, compara o apelo de um vidente recomendando o uso de máscara com um estudo conduzido pelo DANMASK (Estudo Dinamarquês para Avaliar Máscaras Faciais para Proteção Contra a Infecção por Covid-19) que não apontou a eficácia desse tipo de proteção contra o coronavírus. A publicação é enganosa e não considera outros estudos já realizados sobre o mesmo tema.

Post no Twitter que compara estudo científico a apelo de vidente para uso de máscara é enganoso. Estudos mostram eficácia da proteção contra Covid-19 (Foto: Twitter/Reprodução)
Post no Twitter que compara estudo científico a apelo de vidente para uso de máscara é enganoso. Estudos mostram eficácia da proteção contra Covid-19 (Foto: Twitter/Reprodução)

De fato, há um estudo publicado no jornal científico Annals of Internal Medicine sobre a eficácia do uso de máscaras. O estudo foi feito na Dinamarca entre abril e maio de 2020 e os pesquisadores que conduziram a pesquisa esperavam que as infecções pela doença fossem reduzidas em mais de 50% com o uso das máscaras. À época não se chegou à conclusão se o uso da máscara atenuaria a transmissão da doença.

Leia também:

A pesquisa avaliou se o uso de máscaras de pano ou cirúrgica reduziria os riscos de uma pessoa se infectar ou transmitir a doença. No entanto, especialistas e autoridades sanitárias recomendam o uso das máscaras de padrão PFF2 ou N95 - e não máscaras caseiras - porque oferecem uma vedação e camada de proteção maiores. O conteúdo também foi verificado pelo site Comprova.

Estudo preliminar com 340 mil pessoas, conduzido por pesquisadores das faculdades de Yale e Stanford, confirmou que as máscaras são eficazes contra a Covid-19. O estudo analisou o impacto do uso da proteção em comunidades de Bangladesh, na Ásia. Os especialistas identificaram também que máscaras com maiores camadas de filtragem obtiveram melhores resultados na redução de infecções pela doença.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos