Uso de máscara não será mais obrigatório em algumas escolas primárias francesas

·2 minuto de leitura

PARIS — A partir de 4 de outubro, alunos franceses não terão mais que usar máscaras de proteção em escolas primárias que estiverem em áreas com baixa taxa de infecção por Covid-19, de acordo com um decreto do governo divulgado nesta quinta-feira.

As áreas onde as máscaras deixarão de ser obrigatórias nas escolas primárias devem ter menos de 50 casos de Covid-19 por 100 mil cidadãos durante cinco dias consecutivos. Paris e bairros próximos não estão entre os 47 departamentos metropolitanos ou distritos administrativos autorizados, mostraram os dados do Ministério da Saúde.

O movimento acompanha uma situação de melhora da pandemia na França, desde que o governo acelerou a campanha de vacinação. O país já imunizou 75% da população com ao menos uma dose, e 66% com as duas. Ao todo, 44 milhões de pessoas foram totalmente vacinadas e 94 milhões de doses já foram aplicadas.

O porta-voz do governo Gabriel Attal disse na quarta-feira que a França estava planejando estender o estado de emergência até o próximo verão para lidar com a epidemia. Attal também afirmou, na quarta-feira, que o governo francês tem intenção de estender o passaporte sanitário contra a Covid-19 até meados de 2022.

O passe, que é necessário para acesso a restaurantes, espaços culturais e até hospitais, está em vigor desde o dia 21 de julho e, originalmente, seria exigido até o dia 15 de novembro.

A partir desta quinta-feira, jovens e adolescentes de 12 a 17 anos, que podem receber vacinas da Pfizer e Moderna desde junho, também deverão apresentar o passaporte sanitário para entrar em restaurantes, cinemas, piscinas públicas e outros espaços.

A França registrou 5.835 novos casos de coronavírus nas últimas 24h, com uma média móvel de 5.248 infecções. Desde o início da pandemia, sete milhões de testes positivos e 117 mil óbitos foram contabilizados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos