Uso de máscaras se torna obrigatório para visitar o Museu do Ipiranga

*ARQUIVO* São Paulo, SP, 07.09.2022: Museu do Ipiranga. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* São Paulo, SP, 07.09.2022: Museu do Ipiranga. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O uso de máscaras irá se tornar obrigatório para quem visitar o Museu do Ipiranga, na zona sul de São Paulo, a partir desta quarta-feira (16).

Segundo comunicado divulgado no site do museu, a medida é em decorrência da alta de casos de Covid-19 no estado.

Em outros museus geridos pelo governo estadual, como a Pinacoteca, o Museu do Futebol e o Museu da Casa Brasileira, o uso de máscara continua facultativo.

No estado de São Paulo, segundo dados disponíveis até o último dia 13 na plataforma Seade Coronavírus, do governo, o número de novas internações por Covid saltou de 134, no dia 30 de outubro, para 333 (aumento de 148,5%). No período que abrange as últimas quatro semanas, a ocupação dos leitos de UTI Covid mais que dobrou, de 15,3%, no dia 13 de outubro, para 32% até o último domingo (13).

Na última semana, o governo paulista emitiu um alerta devido à situação preocupante do aumento de internações no estado e na capital e recomendando o uso de máscaras, dentre outras medidas.

O governador Rodrigo Garcia (PSDB) disse, no último domingo (14), que não vai retomar o uso de máscaras obrigatório em locais fechados, diferentemente do que vem sendo proposto pelas principais universidades paulistas, como USP e Unicamp.