Usuários do Caixa Tem estão impedidos de atualizar seus cadastros até maio

Extra
·1 minuto de leitura

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou que a atualização dos cadastros no Caixa Tem, aplicativo usado para movimentar o auxílio emergencial e outros benefícios públicos, está suspensa até maio.

Nas últimas semanas, os usuários do app puderam atualizar suas informações no aplicativo para prevenir fraudes e trazer mais segurança para o recebimento de benefícios. Para isso, era preciso tirar uma selfie e enviar fotos de documentos pessoais. Quem deixasse de fazer o procedimento não receberia as parcelas da nova rodada do auxílio.

O benefício terá três valores: R$ 150 para beneficiário que mora sozinho, R$ 375 para mães solteiras chefes de família e R$ 250 para as demais famílias. E o crédito começa a ser feito na próxima terça-feira, dia 6, aos trabalhadores informais e aos inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Os inscritos no Bolsa Família receberão nos últimos dez dias úteis de cada mês, obedecendo ao calendário tradicional do programa.