Usuários relatam de lotação de plataformas de trens no feriado em SP

CLAYTON FREITAS
·2 minuto de leitura
**Arquivo**SÃO PAULO, SP, 29/03/2021, BRASIL - Movimentação no transporte público na cidade de São Paulo. Geral da saída da estação da CPTM Luz. (Rivaldo Gomes/Folhapress)
**Arquivo**SÃO PAULO, SP, 29/03/2021, BRASIL - Movimentação no transporte público na cidade de São Paulo. Geral da saída da estação da CPTM Luz. (Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Usuários de trens da capital e Grande São Paulo relataram nas redes sociais terem enfrentado aglomerações em plataformas de linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na manhã desta quarta-feira (21). Segundo alguns deles, a espera chegou a 35 minutos nas estações logo nas primeiras horas, horário que é considerado de pico pelo maior movimento, mesmo no feriado -parte do comércio, por exemplo, que teve permissão para reabrir as portas no último sábado (18), funcionou neste Dia de Tiradentes. .

Pelo Twitter, um passageiro identificado como Cesar Porto (@CesarPortoFM) afirmou ter esperado até 20 minutos por um trem na linha 11-coral da CPTM em publicação que fez às 5h19 desta quarta-feira. Os usuários também publicaram fotos de vagões e estações da CPTM lotadas.

Um pouco mais tarde, às 6h36, ainda pelo Twitter, o usuário identificado como Cesar Lima (@cesar_liima) mencionou que os trens estavam com intervalo de 35 minutos na estação Guaianases. "E povo se mantendo [sic] para conseguir entrar no vagão. Hoje eu perdi o meu dia de trabalho. Não consegui entrar no trem", relatou em trecho de sua publicação.

Alguns chegaram a mencionar erradamente que o prefeito Bruno Covas (PSDB) antecipou o feriado de Tiradentes desta quarta-feira. Entretanto, ele foi mantido.

Procurada , a CPTM não respondeu aos pedidos de informações até a conclusão desta reportagem.

Por intermédio de sua conta oficial no Twitter, a CPTM respondeu às críticas de forma padrão para todos aqueles que a mencionam. "Bom dia. Por se tratar do feriado nacional de Tiradentes, programamos um intervalo maior entre os trens. Operamos com os intervalos dos domingos e feriados", informa o texto.

Em vídeo enviado à TV Globo no caminho para a inauguração de uma ponte na zona sul na manhã desta quarta-feira, o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, reconheceu o erro e pediu desculpas. "Já corrigimos o erro, trens estão operando e no horário de pico teremos intervalo menor de acordo com a demanda da população. Quero pedir desculpas aos usuários", disse o titular da pasta da gestão João Doria (PSDB).