Usuário de crack se confunde e tenta comprar droga de delegado em SP

Usuário de drogas tentou comprar crack com delegado - Foto: Reprodução/Jovem Pan News
Usuário de drogas tentou comprar crack com delegado - Foto: Reprodução/Jovem Pan News
  • Usuário de crack tentou comprar a droga com um delegado durante abordagem policial

  • Imagens mostram ele se aproximando e pedindo o entorpecente no Centro de São Paulo

  • Rapaz estava claramente debilitado e parecia não entender o que estava acontecendo

Um usuário de crack tentou comprar drogas de um delegado em meio a uma operação em um prédio abandonado na Sé, centro de São Paulo, na última quarta-feira (21).

A Polícia Civil e a Guarda Civil Metropolitana realizavam a abordagem no local quando aconteceu o episódio, que foi registrado em imagens e divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com o veículo, o usuário estava bastante debilitado no momento e mal conseguia abrir os olhos, provavelmente entorpecido pelo uso de crack.

As imagens mostram o delegado Roberto Monteiro explicando que a polícia realizava apreensões resultantes da "Operação Marco Zero", quando o usuário se aproxima.

Mesmo com diversas pessoas detidas ao seu redor, o homem, identificado como "Seu Zé", aborda o delegado com dinheiro na mão e tenta adquirir entorpecentes.

"Quanto você quer comprar?", pergunta o oficial. "Cinco", responde o usuário. "Cinco reais?", volta a questionar o delegado. "Cinco pedras de crack", explica o rapaz.

O agente chega a questioná-lo sobre quantos anos faz que usa drogas e se ele trabalha, mas Seu Zé apenas responde: "Cinco pedras".

Usuário desiste da compra

Enquanto o delegado explica a situação a jornalistas que faziam a cobertura no local, o usuário desiste da compra, pega o dinheiro de volta e sai andando.

"Sei que o crack destrói fisicamente e psicologicamente o dependente químico. Ele não tinha noção com quem estava falando, nem de tempo e espaço. Ele estava no ‘automático’ e foi comprar onde ele estava acostumado", relatou o delegado à Folha.