Usuários banidos do Twitch terão mais dificuldades em voltar à plataforma

·1 min de leitura
Twitch
Ferramenta foi pensada para que os próprios streamers consigam bloquear usuários com comportamentos suspeitos

(STRF/STAR MAX/IPx 2021 1/11/21)

  • Twitch lança ferramenta para combater ataques de ódio

  • Recurso detecta usuários que foram banidos, mas conseguiram retornar à plataforma

  • Novidade deve ser ativada por quem desejar usá-la

Diante de ataques de ódio a minorias, a Twitch lançou, nesta terça-feira (30), uma ferramenta que identifica usuários que estejam, de alguma maneira, burlando o sistema de banimento.

Segundo a empresa, a novidade utiliza aprendizado de máquina, capaz de detectar, de forma inteligente, atividades suspeitas. As contas que caírem nessa malha fina terão acesso ao chat limitado e suas mensagens ficarão visíveis somente para o streamer e sua equipe de moderação, que podem então tomar as devidas providências. As informações são do TecMundo.

Leia também:

Em seu site, a Twitch explicou que usuários banidos não deveriam ter como voltar a acessar a plataforma. No entanto, alguns "optam por criar novas contas, retornando para o chat e continuando com seu comportamento abusivo".

Recurso deve ser ativado

A ferramenta foi pensada para que os próprios streamers consigam bloquear usuários com comportamentos suspeitos. Assim, é opcional e precisa ser ativada nas configurações do canal por aqueles que desejam usá-la.

"Vocês são os experts quando o assunto é sua comunidade, então vocês devem tomar a decisão final sobre quem pode participar dela", comunicou a Twitch.

Por se tratar de um sistema novo e baseado em aprendizado de máquina, a Twitch avisa que o recurso ainda não é totalmente confiável e pode apresentar alguns erros, especialmente no período de lançamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos