Usuários de Uber e 99 pagaram 19,85% a mais em outubro

·1 min de leitura
Passageira entrando em um carro da Uber
Dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)

(AP Photo/Seth Wenig, File)

  • Preços de serviços de transporte por aplicativo subiram 19,85% em outubro

  • Outra alta já havia ocorrido em setembro, de 9,18%

  • Reajustes acompanham aumento no preço dos combustíveis

Os brasileiros que usaram serviços de transporte em outubro, como Uber e 99, tiveram que desembolsar 19,85% a mais na hora de pagar pelas corridas. Em setembro, os preços já haviam aumentado 9,18%.

Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e representam a segunda maior alta entre todos os itens analisados pelo IPCA no período, perdendo apenas para as passagens aéreas.

Leia também:

Em outubro deste ano, a inflação de 1,25% foi a maior no mês desde 2002 e o setor de transportes é o que mais contribuiu para o aumento dos preços. O motivo está relacionado à alta dos combustíveis, que bateram sucessivos recordes em 2021. Em alguns postos, o litro da gasolina sai por R$ 7,99.

Para acompanhar o aumento, acabar com a onda de cancelamentos de corridas e melhorar os ganhos dos motoristas, as companhias por trás dos serviços por aplicativo elevaram os custos. Em setembro, Uber e 99 anunciaram aumento médio de 15% em suas tarifas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos