Coreia do Norte anuncia suspensão de testes nucleares e de mísseis balísticos

Seul, 21 abr (EFE).- O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, anunciou que o país suspenderá seu programa de testes nucleares e de mísseis de longo alcance.

O anúncio foi feito através da agência oficial norte-coreana "KCNA". No comunicado, Kim também afirma que seu governo fechará o centro de testes nucleares instalado no nordeste do país para garantir a "transparência" da suspensão dos testes.

"A partir de 21 de abril, a Coreia do Norte suspenderá os testes nucleares e os lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais", anunciou o líder durante uma reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores, realizado em Pyongyang, capital do país.

Todos os seis testes nucleares realizados pela Coreia do Norte partiram da base Punggye-ri, que será fechada pelo regime de Kim Jong-un. O mais recente deles ocorreu em setembro de 2017.

O líder da Coreia do Norte afirmou que a situação mudou de maneira favorável ao país desde que o governo anunciou ter completado seu programa nuclear.

A medida foi anunciada antes da cúpula entre Kim e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, marcada para ocorrer na próxima sexta-feira, na fronteira militarizada, a primeira reunião entre líderes dos dois países em 11 anos.

Além disso, Kim deve se reunir entre o fim de maio e o início de junho com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Na última sessão plenária do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, em outubro de 2017, Kim enviou uma mensagem bastante diferente para o mundo. Na época, o líder defendeu o desenvolvimento nuclear para enfrentar a política hostil da Casa Branca. O discurso foi feito durante um momento de tensão entre os dois países, com trocas de ameaças entre Kim e Trump. EFE