Vídeo: 'Amazônia é do Brasil, não é de vocês', disse Bolsonaro a jornalista inglês desaparecido, em 2019

Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro deu uma resposta ríspida ao jornalista inglês Dom Phillips, desaparecido desde domingo na Amazônia junto ao indigenista Bruno Pereira. Phillips questionou o presidente sobre o aumento do desmatamento na Amazônia.

Veja no vídeo abaixo:

— Como o senhor presidente pretende convencer o mundo que o governo tem uma preocupação séria com a conservação da Amazônia? — perguntou o jornalista.

— Primeiro você tem que entender que a Amazônia é do Brasil, não é de vocês — respondeu Bolsonaro.

Bruno Pereira e Dom Phillips: Promotor vai pedir prisão preventiva de suspeito pelo desaparecimento de indigenista e jornalista inglês

Decisão: Justiça do AM manda governo enviar helicóptero para auxiliar buscas de indigenista e jornalista desaparecidos

Repercussão: Pelé se junta em apelo para intensificar buscas de indigenista e jornalista inglês na Amazônia

A gravação do momento foi compartilhada pelo perfil do presidente no Twitter. Apoiadores de Bolsonaro chegaram a atacar o jornalista pelas redes sociais.

O desaparecimento da dupla foi alertado pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) nesta segunda-feira. Pereira era alvo constante de ameaças por combater a invasores como pescadores, garimpeiros e madeireiros. O Vale do Javari é a região com a maior concentração de povos indígenas isolados do mundo.

— Segundo relatos dos colaboradores da Univaja, essa semana a equipe recebeu ameaças em campo, além de outras que já vinham sendo feitas, e de outros relatos já feitos para a Polícia Federal e ao Ministério Público Federal em Tabatinga — afirmou Beto Marubo, da coordenação da Univaja.

Polícia: Lancha de suspeito preso perseguiu barco de indigenista e de jornalista inglês

De acordo com a organização, os dois viajavam com uma embarcação nova abastecida com 70 litros de gasolina, além de sete tambores vazios de combustível.

O indigenista tinha uma reunião agendada com o comunitário apelidado de “Churrasco”, com o objetivo de consolidar trabalhos conjuntos entre ribeirinhos e indígenas na vigilância do território, bastante afetado pelas intensas invasões. O encontro seria na comunidade São Rafael, no Vale do Javari, e Bruno Pereira compareceu acompanhado de Dom Phillips, mas Churrasco não apareceu. Bruno e Dom seguiram para Atalaia, então, e desde a saída do local não foram mais vistos e nenhum contato foi feito.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos