Vídeo: americana de 17 anos que enfrentou tubarão e teve perna amputada dá seus primeiros passos

A adolescente Addison Bethea, de 17 anos, que teve a perna direita amputada acima do joelho após dar um soco num tubarão numa praia dos EUA, deu seus primeiros passos com a ajuda de um andador, conforme mostra um vídeo divulgado por sua família nesta quinta-feira. O registro foi feito cerca de uma semana depois do ataque, e apenas um dia depois da cirurgia.

Na Alemanha: mulheres são vítimas de 'droga do estupro' em festa de partido político

Tetsuya Yamagami: confira o que se sabe sobre o suspeito do assassinato de Shinzo Abe

Família comunica: estado de saúde de Dom Luiz de Orleans e Bragança é considerado 'irreversível' pelos médicos

"Nossa garota deu seus primeiros passos hoje [dia 7] e conseguiu fazer todo o caminho pelo corredor!", diz o post na página "Fight Like Addison" (lute como Addison). "Ela é uma guerreira, nada vai impedi-la de recuperar sua vida".

Sobre o momento do ataque, Addison disse à emissora americana CNN que sua reação foi tentar fazer com que o tubarão a soltasse.

— Eu sabia que, com tubarões, você deveria dar um soco no nariz deles para tirá-los de você — afirmou. reconhecendo que enfrentou dificuldades para acertar o nariz do animal, de forma que deu diversos socos, da forma como lhe era possível, nas áreas perto da boca dele, e depois "cutucou seus olhos".

O irmão dela estava na praia e viu que havia algo de errado com Addison. Ele foi a seu socorro e conseguiu colocá-la num barco próximo, aplicando logo um torniquete para estancar o sangramento enquanto aguarda o atendimento médico apropriado.

— Ele [irmão] sempre foi como um herói para mim — declarou Addison, lembrando que o irmão tinha prometido sempre ajudá-la caso ela ficasse em apuros. — Então eu não esperava nada menos.

Addison, que ocupa um posto entre as líderes de torcida dos times esportivos de sua escola, sofreu um ataque de tubarão em 30 de junho, apresentando ferimentos graves. Segundo a revista "People", ela foi mordida enquanto procurava moluscos perto de Keaton Beach, no condado de Taylor, na Flórida.

"Ela sofreu uma lesão devastadora na parte superior da perna direita, incluindo a perda do quadríceps, os quatro músculos na frente da coxa que trabalham juntos para manter a rótula estável e permitir a extensão da perna", informou uma postagem do Tallahassee Memorial HealthCare no Facebook, que disse ainda que a jovem poderá usar uma prótese para a parte inferior da perna. "Os cirurgiões amputam a perna logo acima do joelho e retiram o tecido muscular e a pele da parte inferior da perna para envolver o fêmur de Addison, reconstruindo a parte superior da perna".

À medida que sua jornada para a recuperação continua, Addison "exigirá uma extensa reabilitação", compartilhou o hospital em uma atualização nesta semana, "mas sua família diz que ela está se mantendo otimista e forte. Ela diz que estará de volta ao oceano assim que se recuperar".

"Addison é uma líder de torcida e jogadora de tênis e está em excelente condição física", continuaram. "Seus médicos dizem que seus sinais vitais continuam fortes e espera-se que ela se saia bem em sua cirurgia e recuperação".

A mãe de Addison, Michelle Murphy, disse que sua filha compreendeu que a amputação seria o "melhor caminho a seguir".

"Ela está abraçando isso e tentando manter uma perspectiva positiva", afirmou Michelle. "Foi uma semana difícil para todos nós, mas hoje começam os próximos passos para Addison voltar a uma vida normal. Finalmente tive a chance de expirar e ver que ela vai superar tudo o que aconteceu. Deus nos abençoou ao permitir que Addison vivesse e nunca perderemos o foco nesse presente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos