Vídeo de gritos contra Lula circula vinculado ao Rock in Rio, mas foi gravado em show em Manaus

Um vídeo em que um grupo de pessoas grita contra o candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), circula nas redes sociais como se mostrasse o público do Rock in Rio, na abertura do festival, no último dia 2 de setembro. Mas, na verdade, a gravação, visualizada mais de 3,6 mil vezes nas redes sociais, foi feita em Manaus, na saída de um show da banda Guns N’ Roses em 1º de setembro de 2022.

“Entrada do Rock in Rio 2022 .... viu isso @LulaOficial? Recado pra vc. E @jairbolsonaro, o @rockinrio tá com vc !! Artista que fizer gracinha, vai tomar vaia”, diz uma das publicações compartilhadas no Twitter, Facebook, Telegram e Kwai.

A alegação circula em meio a protestos no festival contra o presidente Jair Bolsonaro (1, 2, 3).

Captura de tela feita em 6 de setembro de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

A gravação mostra, de fato, xingamentos ao político do PT, mas ela não foi feita no Rock in Rio.

Em algumas das publicações virais, é possível ver a marca d’água de uma conta de TikTok, onde o registro foi publicado em 2 de setembro de 2022. Nos comentários, usuários se referem à cidade de Manaus, no estado do Amazonas. “Manaus é 22”, diz um usuário. “Manaus sendo Manaus... é 22 pai!”, acrescenta outro.

Um dia antes, em 1º de setembro, a capital amazonense recebeu a banda norte-americana Guns N’Roses no estádio Arena da Amazônia. Nas imagens do vídeo viral pode-se observar que algumas pessoas vestem a camisa da banda, que só se apresentou no Rock in Rio no último 8 de setembro.

Captura de tela feita em 6 de setembro de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

Um site local de notícias relatou que, na entrada e na saída do estádio, eleitores de Lula e do presidente Jair Bolsonaro se confrontaram com xingamentos. Um vídeo publicado por esse veículo mostra o embate verbal em cenas muito semelhantes às compartilhadas nas redes:

Outros usuários também compartilharam vídeos semelhantes nas redes sociais.

Esse conteúdo também foi verificado por Yahoo, Agência Lupa e Boatos.org.