Vídeo mostra policiais agredindo apoiador de Joe Biden às eleições dos EUA, na Flórida

Extra
·1 minuto de leitura

Um vídeo feito em Palm Harbor, perto de Tampa, na Flórida (Estados Unidos), mostra um homem imobilizado e agredido por policiais durante um comício do candidato Joe Biden à eleição presidencial. O ato aconteceu na segunda-feira, véspera do fim da votação nos EUA, mas só viralizou na noite de terça-feira, dia 3. O homem, identificado como Scott Rexroat, de 59 anos, levou diversos socos na cabeça enquanto já estava imobilizado no chão. De acordo com o jornal inglês "Daily Mail", ele foi preso pelas autoridades por “insultar eleitores de Trump”.

O apoiador de Biden teria ido ao comício com uma bandeira confederada e usando uma máscara com uma foto do rosto do presidente dos EUA. Rexroat foi preso depois que policiais o acusaram de instigar brigas e agredir um outro policial que tentava afastá-lo da multidão.

“A polícia saiu de trás dele e agarrou seu braço. E ele não sabia quem estava atrás dele. E ele estava dizendo ‘eu não fiz nada’, e os policiais começaram a espancá-lo, pisotear e tirar a vida dele. Foi horrível. Foi absolutamente horrível”, disse a mulher que registrou a prisão, segundo o "Raw Story".