Vídeo mostra um show na França, e não artista tentando cantar música em apoio a Bolsonaro

O vídeo de um cantor sendo vaiado que circula nas redes sociais não tem qualquer relação com o presidente Jair Bolsonaro (PL), diferentemente do que afirmam alguns usuários. Segundo as alegações, compartilhadas mais de 8 mil vezes desde, pelo menos, 17 de julho, um artista bolsonarista teria sido agredido pela plateia ao tentar cantar uma música a favor do mandatário. Mas a gravação, que supostamente mostra-o sendo interrompido por gritos de “Lula, Lula”, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é uma montagem. Na original, o cantor francês Michäel Youn entoava o hino do time de futebol Paris Saint-Germain em Nice.

“Quis puxar cantoria pra boisonaro no show e se deu mal”, diz um dos vídeos compartilhados no Facebook. O conteúdo circula também no Twitter, TikTok, Kwai e Helo.

Captura de tela feita em 19 de julho de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

Outras versões do conteúdo afirmam que o show teria acontecido no Rio de Janeiro, quando um “cantor bolsonarista” foi puxar música para Bolsonaro e o povo reagiu com gritos de apoio a Lula.

Devido à baixa resolução da imagem em diversas das publicações, as buscas reversas iniciais não permitiram estabelecer a origem do registro.

No entanto, ao localizar uma publicação do vídeo com uma resolução mais alta, foi possível realizar uma busca reversa no Google utilizando a ferramenta InVID We Verify*, que mostrou como resultado a filmagem original publicada no TikTok pelo usuário “@mikeruiz75” em 13 de julho de 2022.

No vídeo, o áudio da gravação mostra uma música que diz “Allez Paris Saint-Germain”, ou “Vamos Paris Saint-Germain”, em português, em referência ao time de futebol parisiense. A plateia, em reação, joga alguns objetos no palco.

A legenda da publicação diz, em tradução livre do francês: “Michael Youn canta Paris em Nice”.

Michäel Youn é um ator, cantor e comediante francês. Este artigo de um veículo de Nice explica que o show em questão aconteceu no último dia 8 de julho, no Théâtre de Verdure.

Além disso, a matéria também explica que, na ocasião, Youn estava caracterizado como “Fatal Bazooka”, um personagem que interpreta de um cantor de rap francês.

Outro artigo do veículo local explica que Michaël Youn, sob o pseudônimo de Fatal Bazooka, fez uma “provocação” cantando o hino do time Paris Saint-Germain em Nice, já que a cidade abriga o time rival Olympique Gymnaste Club de Nice Côte d'Azur, conhecido como OGC Nice.

Em 9 de julho, o artista também publicou imagens da apresentação em seu perfil no Instagram com a legenda “Eu amo Nice”, em tradução livre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos