Vídeo de multidão entoando gritos contrários a Lula foi feito em Florianópolis e em 2018

Circula nas redes sociais desde 5 de junho de 2022 um vídeo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é supostamente vaiado durante uma visita ao Mercado Municipal de Porto Alegre. Mas as publicações, compartilhadas mais de 2 mil vezes, são falsas. A gravação é de julho de 2018 e foi feita no Mercado Municipal de Florianópolis. Além disso, no dia em que o vídeo foi gravado, Lula não poderia ter estado no local, pois estava preso em Curitiba.

“AMIGAS E AMIGOS LULA mostrando toda a sua popularidade no mercado em Porto Alegre … Lógico que a equipe de sonoplastia do PT irá tentar converter as vaias em aplausos”, diz uma das publicações no Facebook (1, 2).

Conteúdo similar também circula no Twitter (1, 2) e no Tik Tok.

Captura de tela feita em 14 de junho de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

Alguns usuários, no entanto, compartilham o mesmo vídeo afirmando que as imagens foram gravadas em Florianópolis (1, 2).

Florianópolis em 2018

Uma busca no Google Maps pelo nome do Mercado Municipal de Florianópolis levou a uma imagem interna do estabelecimento. Uma comparação entre essa foto e fragmentos do vídeo viral permitem identificar os mesmos elementos arquitetônicos, como demonstrado abaixo:

Comparação feita em 14 de junho de 2022 de uma das publicações no Facebook (E) e a captura de tela do Google Maps ( . / )

Usando o CrowdTangle, ferramenta de monitoramento de redes sociais, o Checamos fez uma busca pelas palavras-chave “Lula” e “Florianópolis”, restringindo o período pelos últimos quatro anos, o que levou a uma publicação do ex-deputado federal Décio Lima no Facebook

Tratava-se de uma transmissão ao vivo, feita em 28 de julho de 2018, de uma manifestação no mesmo Mercado Municipal de Florianópolis. Nela, escuta-se majoritariamente cantos a favor do ex-presidente, mas também alguns gritos de “ladrão”, como no vídeo viralizado.

Usando essa data como base, o Checamos realizou novas buscas por palavras-chave no Facebook, o que mostrou que a gravação agora compartilhada nas redes também havia sido publicada como transmissão ao vivo no mesmo dia 28 de julho de 2018.

Na legenda, a usuária explicou que o vídeo mostrava a reação de frequentadores do Mercado Público de Florianópolis a uma manifestação de apoiadores do ex-presidente Lula.

No dia 28 de julho, Lula não poderia ter estado presente no Mercado Municipal, como afirmado nas postagens viralizadas, pois se encontrava preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril de 2018. O ex-presidente ficou preso pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e foi solto em 8 de novembro de 2019.

Procurada pelo AFP Checamos, a assessoria de imprensa de Lula indicou que o pré-candidato do PT à Presidência da República não esteve no Mercado Municipal de Porto Alegre e nem no Mercado Municipal de Florianópolis em 2022, acrescentando que o vídeo que circula na internet é falso.

No último dia 5 de junho de 2022, Lula paralisou as suas viagens pelo país por ter sido diagnosticado com covid-19. O ex-presidente anunciou em 14 de junho, após ter testado negativo para a doença, que retomará a sua agenda presencial em 15 de junho, com uma viagem por Minas Gerais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos