Vídeo: Procuradora é agredida por colega após abertura de processo administrativo, em SP

Procuradora-geral do município de Registro, em São Paulo, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos, foi agredida a chutes e socos por um colega, o procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos. A ação, que aconteceu na tarde desta segunda-feira, foi filmada por outra funcionária e as imagens do momento circularam pelas redes sociais.

Gleycy Correia: Saiba quem foi a ex-miss morta após ficar dois meses em coma

'A saudade será grande, meu amor': Amigos lamentam morte de ex-miss Gleycy Correia

Veja fotos: Como era por dentro do restaurante flutuante de Hong Kong que afundou na China

O que teria motivado a agressão foi a criação, nesta segunda-feira, de uma comissão para apurar a conduta do procurador no ambiente de trabalho, que já havia chamado a atenção dos colegas.

A procuradora é quem havia pedido à Secretaria Administrativa a abertura de um procedimento administrativo contra o homem.

— Ele veio em direção a mim de forma violenta e desferiu uma cotovelada. Foi exposta minha dignidade como mulher e fui desrespeitada, como servidora pública. — disse Gabriela Barros a TV Tribuna

Em nota, a prefeitura de Registro disse manifestar o "o mais absoluto e profundo repudio aos brutais atos de violência" do procurador, que foi suspenso do cargo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos