Vídeo de stripper brasileiro vaza durante audiência de investigação de presidente do Peru

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

LIMA (Reuters) - O vídeo de um stripper brasileiro dançando vazou, nesta quarta-feira, durante audiência judicial realizada de forma virtual na qual um juiz do Peru avaliava se o presidente do país, Pedro Castillo, pode ou não ser investigado por suspeita de corrupção.

“Estão mostrando algumas imagens muito sugestivas”, alertou o promotor Samuel Rojas, enquanto explicava as razões pelas quais Castillo deve ser investigado, durante uma audiência virtual com a participação do juiz e da defesa do presidente, entre outras autoridades judiciais.

Nas imagens, que foram transmitidas pelo canal do Poder Judiciário e retransmitidas pelo Twitter, o stripper Ricardo Milos aparece com o nome de um usuário da defesa do presidente Castillo, o advogado Benji Espinosa, o que levou a audiência a ser suspensa por alguns minutos.

Um juíz da Suprema Corte avaliava o pedido do advogado de Castillo para anular a investigação contra o governante por ter supostamente dirigido um esquema de corrupção na qual está envolvido o seu ex-ministro de Transportes e Comunicações, Juan Silva, atualmente foragido da Justiça.

A defesa de Castillo tenta evitar que os promotores o interroguem em uma audiência programada para sexta-feira. A defesa alega que os presidentes em exercício do Peru têm imunidade e não podem ser acusados durante seus mandatos de cinco anos.

“Eles vazaram grosseiramente o vídeo, dando a impressão que veio do meu escritório, o que nego”, disse o advogado Espinoza por telefone à Reuters.

(Reportagem de Marco Aquino)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos