Vídeo: vereador do PT é detido em Curitiba durante protesto contra Bolsonaro

·1 minuto de leitura

CURITIBA - O vereador Renato Freitas (PT) foi detido na noite desta sexta-feira em Curitiba, no Paraná. Ele participava de um protesto quando foi rendido, algemado por guardas municipais e levado dentro do porta-malas de uma viatura para a Central de Flagrantes do bairro Portão, na capital paranaense.

As imagens mostram que enquanto os guardas agem, manifestantes gritam palavras de ordem como "fora, Bolsonaro". O PT se manifestou sobre o caso, por meio do Twitter. O Partido dos Trabalhadores escreveu que "a perseguição com lideranças de esquerda precisa parar. Não podemos mais aceitar esses casos de violência, justiça para Renato Freitas já".

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) também criticou a ação dos guardas municipais curitibanos. Em suas redes sociais, Carvalho prestou solidariedade ao vereador que protestava "contra o governo genocida de Jair Bolsonaro" e classificou a detenção como "mais um flagrante caso de abuso de autoridade que atenta contra a Democracia e o Estado de Direito".

Procurada pelo GLOBO, a Guarda Municipal de Curitiba não se manifestou até a publicação da reportagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos