Vítima de violência doméstica finge pedir pizza na frente do companheiro ao discar 190

·1 minuto de leitura

Mesmo sem poder pronunciar um pedido de ajuda formal, uma mulher conseguiu ser corretamente interpretada pelo atendente da Polícia Militar de São Paulo. Vítima de violência doméstica, ela discou 190 e fingiu pedir uma pizza, enquanto tentava não transparecer o que realmente fazia para companheiro. Segundo o Comando de Policiamento do Interior Dez (Copom), uma equipe que patrulhava a cidade de Andradina recebeu chamado imediato para verificar a residência do casal, na noite da terça-feira, dia 25.

Segundo o Copom, o homem estaria na parte externa da casa e, ao avistar a viatura se aproximando, voltou para seu interior rapidamente. Na sequência, a mulher saiu e dirigiu-se aos policiais, pedindo que eles olhassem a motocicleta que o companheiro havia deixado nos fundos. Os PMs constataram então que aquele veículo era roubado. Enquanto isso, o suspeito já havia escapado. Foram realizadas buscas nos arredores, mas ele não foi localizado.

A vítima relatou à polícia que o companheiro é natural de São José do Rio Preto e já teria ficado mais de 20 anos na cadeia. De acordo com ela, assim que o companheiro entrou em casa depois de ter visto a viatura da PM lhe ameaçou de morte e, caso não conseguisse, mataria os filhos dela.

Foi em seguida registrado um boletim de ocorrência por ameaça, violência doméstica e localização e apreensão do veículo na delegacia de plantão da cidade.