Em protesto, vaca magra é instalada em frente à Bolsa de SP após Touro de Ouro

·3 min de leitura
Reprodução
  • "Vaca Magra" é instalada em frente a Bolsa de Valores de São Paulo;

  • Vaca é uma resposta ao Touro de Ouro que esteve no mesmo local;

  • Touro de Ouro foi retirado pela Prefeitura de SP há pouco mais de 3 semanas;

Mesmo depois da retirada do "Touro de Ouro" em frente ao prédio da Bolsa de Valores brasileira, a B3, a estátua continua a gerar polêmica. Nesta quinta-feira (9), uma intervenção artística no mesmo local foi instalada como uma resposta ao Touro: a "Vaca Magra", feita como um protesto contra a fome, revelado pelo perfil do Twitter do coletivo Jornalistas Livres.

Leia também:

A intervenção foi feita pela artista cearense Márcia Pinheiro, com uma escultura de uma Vaca Magra, de cor dourada, como uma intervenção de cunho social, instalada no mesmo local onde o antigo Touro de Ouro da B3, que foi retirado a pedido da prefeitura paulistana no dia 23 de novembro, e que ocupava o espaço da rua XV de Novembro, no centro histórico da capital paulista.

Touro de Ouro recebeu diversas críticas por sua instalação

A instalação do Touro de Ouro em frente ao prédio da Bolsa de Valores de São Paulo gerou forte polêmica. A obra era inspirada no “touro de Wall Street”, que fica em Nova York, e representa o mercado de ações. Instalada na calçada da rua XV de Novembro, a escultura teve execução planejada pelo artista plástico Rafael Brancatelli em parceria com o economista Pablo Spyer.

No entanto, desde que foi instalado, no último dia 16 de novembro, o monumento recebeu diversas críticas, principalmente, por entidades que lutam contra a fome e a miséria no Brasil. Ao anunciar a novidade no Twitter, a B3 convidou os transeuntes que passarem pelo local a conhecerem o touro de ouro e tirarem uma foto com ele, mas nem todos aprovaram a instalação da obra.

Primeiro, a peça foi alvo de críticas dos usuários do Twitter, que alegavam que o momento da instalação não poderia ser pior, diante da quantidade de brasileiros que sofrem com a inflação e falta do que comer. Em seguida, na manhã seguinte à instalação em frente ao prédio da B3, o Touro foi alvo de protestos contra a fome e teve cartazes colocados em sua estrutura. No dia posterior, ele amanheceu pichado com os dizeres “taxar os ricos”.

No dia 23 de novembro, a obra foi retirada da frente do prédio da B3 após determinação da Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU), que concluiu que se tratava de uma peça publicitária, instalada sem autorização. Nos últimos dias, a B3 recebeu mais de 20 ofertas de compra, além de dez pedidos de prefeituras que desejam exibir a escultura do "Touro de Ouro" em suas cidades.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos