Sobe para 38 o número de mortos em ataques do EI contra 2 igrejas egípcias

Sobe para 38 o número de mortos em ataques do EI contra 2 igrejas egípcias

Cairo, 9 abr (EFE).- O número de mortos nos atentados deste domingo contra duas igrejas cristãs coptas no norte de Egito subiu para 38, e os feridos já são mais de 100, segundo o Ministério da Saúde do país árabe.

Entre as vítimas, 27 morreram e 77 ficaram feridas em um primeiro ataque contra o templo de São Jorge, na cidade de Tanta, que fica 120 quilômetros ao norte da capital Cairo, informou a agência de notícias estatal "Mena", que citou um comunicado do Ministério da Saúde.

Uma explosão foi registrada durante a missa de Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa para os coptas, uma minoria que representa cerca de 10% da população egípcia.

Um segundo atentado aconteceu pouco depois contra a catedral de São Marcos, na cidade de Alexandria, onde pelo menos 11 pessoas morreram e outras 42 ficaram feridas, informou à Agência Efe uma fonte ministerial.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu hoje através de sua agência de informação "Amaq" a autoria dos dois atentados, que foram cometidos por um "grupo de segurança" pertencente à organização, em um breve comunicado difundido através das redes sociais e cuja veracidade não pôde ser comprovada.

O braço egípcio do EI também reivindicou a autoria do ataque de 11 de dezembro contra a igreja de São Pedro, situada próxima da catedral do Cairo, no qual 28 fiéis morreram em uma explosão provocada por um terrorista suicida.

Na época, o grupo extremista ameaçou fazer mais ataques contra os cristãos: "Que saibam todos os infiéis e apóstatas de Egito, e de todas as partes, que nossa guerra contra os idólatras continua", dizia um comunicado emitido pelo EI. EFE