Vacinação no Rio: Motoristas de ônibus começam a se vacinar na segunda; confira calendário para todos os grupos prioritários

Rodrigo de Souza
·3 minuto de leitura

RIO — O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, confirmou nesta sexta-feira (23) que motoristas e cobradores de ônibus e condutores de transporte escolar serão imunizados contra a Covid-19 a partir de segunda (26), assim como pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência e outros públicos. A informação foi dada durante a divulgação do novo boletim epidemiológico da cidade, um dia após o prefeito Eduardo Paes anunciar que os rodoviários passariam a ser considerados prioridades na campanha de vacinação contra a doença. Na ocasião, Soranz anunciou também que, a partir de segunda, pessoas com 60 anos ou mais poderão se vacinar em qualquer posto de imunização, em qualquer horário de atendimento. A prefeitura já divulgou o calendário do plano municipal de vacinação até o dia 1° de maio.

Veja abaixo o novo cronograma e confira a documentação necessária para cada grupo prioritário.

Amanhã, 24/04

Segunda-feira, 26/04

Terça-feira, 27/04

Quarta-feira, 28/04

Quinta-feira, 29/04

Sexta-feira, 30/04

Sábado, 1º/05

Gestantes com comorbidades previstas no Plano Nacional de Imunização (PNI) (confira a lista abaixo) podem se vacinar todos os dias, mediante a apresentação de laudo com indicação médica.

Com exceção de membros das forças de segurança, que serão imunizados em seus locais de trabalho, todos os vacinantes deverão comparecer a um dos postos de imunização listados ao fim da matéria.

Poderão se vacinar pessoas com as seguintes doenças ou condições, conforme determina o PNI:

O que levar? As três últimas prescrições ou receitas ou atestado ou recomendação médica que comprove a comorbidade.

Podem se vacinar: gestantes com comorbidades previstas no PNI (lista acima)

O que levar? As três últimas prescrições ou receitas ou atestado ou recomendação médica que comprove a comorbidade. Além disso, é preciso apresentar laudo com indicação médica e assinar termo de consentimento disponível em coronavirus.rio conforme nota técnica.

Podem se vacinar: “pessoas com impedimento de longo prazo, que pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas”, diz a Secretaria Municipal de Saúde. A deficiência pode ser:

O que levar? Laudo médico, cartões de gratuidade no transporte público, receituário médico ou outro documento que comprove a condição. A depender da condição, a deficiência pode ser atestada no próprio posto de vacinação no momento da imunização, segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

O que levar? Os profissionais devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques, comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração assinada do estabelecimento em que atuam (a declaração ficará retida na unidade de saúde). Terceirizados deverão apresentar os contracheques e a declaração.

Podem se vacinar: guardas municipais, policiais civis, policiais militares, bombeiros e agentes penitenciários

O que levar? Os profissionais devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques, comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração assinada do estabelecimento em que atuam (a declaração ficará retida na unidade de saúde).

Onde me vacinar? Ao contrário dos outros grupos, os membros das forças de segurança se imunizarão em seus próprios locais de trabalho.

Segunda a sexta, de 8h a 17h

Segunda a sexta, 8h a 12h

Segunda a sexta, 9h a 15h

Segunda a sexta, 9h a 16h

Sábado, 8h a 12h

Segunda a sexta, 8h a 17h

Sábado, 8h a 12h