Vacinação para idosos começa nesta segunda-feira no Rio

Carolina Callegari e Cíntia Cruz
·3 minuto de leitura
Foto: Marcia Foletto / Marcia Foletto

O compositor Nelson Sargento, de 96 anos, e o ator Orlando Drummond, de 101, não estão unidos apenas por uma vida dedicada à arte e pela longevidade. Desde domingo, fazem parte de um grupo caracterizado pela esperança: o dos idosos vacinados contra a Covid-19. Ao lado de três idosas, os dois participaram ontem de uma cerimônia no Palácio da Cidade para marcar o início da etapa de imunização da terceira idade no Rio. Durante esta semana, serão imunizadas pessoas a partir de 95 anos. O calendário será aberto nesta segunda-feira, com a aplicação da vacina aos idosos com 99 ou mais.

Após ser vacinado, Nelson Sargento resumiu seu sentimento por estar imunizado:

— Que felicidade!

Logo depois, o sambista cantou um trecho de “Agoniza mas não morre”, música de sua autoria. Na saída da cerimônia, o compositor completou:

— Noventa e seis anos numa homenagem destas, a gente agradece a Deus.

O ator Orlando Drummond também falou sobre ter recebido a vacina:

— Sinto uma alegria muito grande em ter sido vacinado. Graças a Deus.

Além do sambista e do ator, foram imunizadas na cerimônia as donas de casa Dulcinéia Gomes Pedrada, de 97 anos, e Neiva Gomes Brandão, de 95, e a costureira Sebastiana Farnezi da Conceição, de 98. Neiva contou desejar que toda a população seja imunizada, para que a cidade volte à normalidade.

— A vacina foi maravilhosa. Espero que essa campanha toda seja maravilhosa, que todo mundo vacine, que faça bem para todo mundo. Todo mundo deve se vacinar, para ficar imunizado, e isso vai passar logo para voltar o Rio como era — disse Neiva.

O maior desejo de Dulcinéia é conhecer a tataraneta caçula, que fez 1 ano em novembro.

— Essa vacina é um ponto de esperança. Quero voltar a receber minha família e conhecer minha tataraneta — disse a idosa, que tem sete netos, sete bisnetos e três tataranetas.

Sebastiana completou 98 anos no último dia 19, mas o presente chegou 12 dias depois. Ela não teve a tradicional festa de aniversário que reúne cerca de 90 pessoas, entre amigos e familiares. A comemoração foi no Palácio da Cidade, onde recebeu a dose do imunizante.

— Tô garantida! — exclamou após ser vacinada.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, acompanhou a cerimônia e voltou a falar sobre a importância de seguir as medidas sanitárias para evitar a propagação da Covid-19 no Rio. A expectativa é de que a imunização de pessoas a partir dos 60 anos seja concluída em dois meses.

Primeira semana

A previsão é de imunizar 220 mil pessoas em fevereiro, com até 80 anos. Os primeiros vacinados nesta segunda-feira serão os que têm 99 ou mais. Na terça, será a vez dos idosos com 98, e assim, sucessivamente, até sexta, com pessoas de 95.

Respescagem

Aos sábados, haverá uma segunda chance para quem perdeu a data marcada

O que levar no dia?

Para serem imunizados, os idosos precisarão apresentar documento com foto — quem tiver carteira de vacinação também deve levar.

Onde se vacinar?

As 232 unidades básicas da prefeitura vão aplicar as doses, das 8h às 17h. Para saber o local mais perto de sua casa, entre no site subpav.org/ondeseratendido