Vacina da AstraZeneca protege 94% de pessoas acima de 65 anos de morte por Covid, diz estudo

·1 minuto de leitura
Frascos rotulados como de vacina da AstraZeneca contra Covid-19 em frente ao logo da empresa em foto de ilustração

LONDRES (Reuters) - Duas doses da vacina contra Covid-19 da Oxford/AstraZeneca dão um proteção estimada em 94% contra morte para pessoas acima de 65 anos, informou o Departamento de Saúde Pública da Inglaterra (PHE) nesta quinta-feira em um estudo de vigilância epidemiológica com dados do mundo real.

A PHE disse que a maior parte dos dados derivou de um período no qual a variante Alpha, detectada primeiramente na Inglaterra, ainda era dominante, e não deu uma estimativa específica da proteção contra morte que a vacina oferece contra a variante Delta, detectada primeiramente na Índia e hoje mais disseminada.

A PHE também disse que, para pessoas de menos de 40 anos, estimativas iniciais apontam que uma única dose da vacina da Pfizer é 61% eficaz contra doenças sintomáticas e que uma única dose da vacina da Moderna é 72% eficaz.

"Estes dados nos dão ainda mais confiança de que as vacinas oferecem níveis altos de proteção contra a Covid-19 em todas as faixas etárias", disse Jamie Lopez Bernal, epidemiologista consultor da PHE.

(Por Alistair Smout)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos