Vacina em SP: Capital começa vacinação de jovens entre 15 e 17 anos e abre xepa a partir dos 12

·2 minuto de leitura
Student Gabrielly Esperanca dos Santos, 18, receives a dose of Sinovac’s Coronavac coronavirus disease (COVID-19) vaccine at Butanta Institute in Sao Paulo, Brazil August 16, 2021. REUTERS/Carla Carniel     TPX IMAGES OF THE DAY
Vacinação de jovens sem comorbidades, sem deficiência e sem doenças pré-existentes começa nesta segunda-feira (30) em São Paulo (Foto: REUTERS/Carla Carniel)
  • Jovens entre 15 e 17 anos sem comorbidades ou doenças pré-existentes começam a ser vacinados na cidade de SP nesta segunda

  • Quem tem entre 12 e 14 anos pode se inscrever na xepa da vacina

  • Nesta segunda, estarão abertos os mega drive-thrus, farmácias, megapostos, UBSs e AMAs/UBSs integradas

Nesta segunda-feira (30), a cidade de São Paulo começa a vacinar contra a covid-19 jovens entre 15 e 17 anos sem comorbidades. A imunização também está aberta para paulistanos de 12 a 17 anos com doenças pré-existentes, com deficiência permanente, além de gestantes e puérperas nesta faixa etária.

Também a partir desta segunda, jovens entre 12 e 14 anos podem se inscrever na xepa da vacinação. Basta ir a uma Unidade Básica de Saúde e se inscrever, assim, caso haja doses remanescentes da vacina, a UBS entrará em contato ao fim do dia para chamar o adolescente para se vacinar. O imunizante utilizado para esta faixa etária é o da Pfizer. 

Leia também:

A xepa da vacinação na capital também atende pessoas que tomaram as primeiras doses de Pfizer e AstraZeneca após 30 dias e quem tomou CoronaVac a partir dos 15 dias.

Até o último domingo (29), a capital vacinou 9,6 milhões de pessoas com 18 anos ou mais com pelo menos uma dose. Em relação a jovens entre 12 e 17 anos, foram vacinadas cerca de 35 mil pessoas.

Para que os jovens elegíveis sejam imunizados, eles devem:

  • Estar acompanhados de um responsável

  • Apresentar um laudo médico

  • Ter comprovante de endereço na capital

  • Levar o CPF e o cartão do SUS

Veja onde se vacinar em São Paulo:

  • Mega drive-thrus e Farmácias: vacinação D1 e D2. Funcionamento das 8h às 17h

  • Megapostos: vacinação D1 e D2. Funcionamento das 8h às 17h

  •  Unidades Básicas de Saúde (UBSs): vacinação D1 e D2. Funcionamento das 7h às 19h

  •  AMAs/UBSs Integradas: vacinação D1 e D2. Funcionamento das 7h às 19h

Terceira dose no estado 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na última sexta-feira (27) que o estado vai começar a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 por pessoas entre 80 e 90 anos. A imunização adicional começará no dia 6 de setembro.

Além disso, Doria também revelou que pessoas imunossuprimidas serão contempladas no calendário de vacinação. Todas as pessoas com mais de 60 anos poderão receber a terceira dose.

Na última quarta-feira (25), o governo paulista havia anunciado que começaria a aplicação da terceira dose. Mais cedo, no mesmo dia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga havia dito o mesmo, mas previu o início da aplicação para 15 de setembro, para pessoas com mais de 70 anos, além de imunossuprimidos.

A diferença é que o governo federal aplicará a terceira dose de forma heteróloga, ou seja, com vacinas diferentes das aplicadas anteriormente – mas, preferencialmente com a Pfizer. No caso de São Paulo, Doria disse em duas ocasiões que a terceira dose dada será “a que estiver disponível”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos