Vacina funciona, sim: Gráfico de internações no Rio mostra efeito da imunização

·2 min de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - SEPTEMBER 13: Agglomeration of people on Copacabana beach and Ipanema beach are seen despite uncontrolled Covid-19 pandemic in the country, in the south of the city, on September 13, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. Brazil registers 712 new deaths by Covid-19 in 24 hours. The epidemiological bulletin released this Saturday shows that Brazil recorded 712 deaths by Covid19 corona virus, 586,882 the total number of lives lost to the new coronavirus since the beginning of the pandemic. (Photo by Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)
Rio de Janeiro registra 74,6% da populaçã da cidade totalmente vacinada contra a covid-19 (Foto: Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)
  • Gráfico da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro mostra relação entre índice de vacinados e internações por covid-19

  • Quanto maior o índice de pessoas imunizadas, menor o número de pessoas internadas com a doença

  • Rio de Janeiro chegou a ser considerado o epicentro da covid-19 no país e, com 74,6% da população vacinada, registra 33 internações

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro desenhou para quem se recusa a entender: a vacinação é a melhor arma para combater a covid-19. 

Um gráfico, divulgado pelo secretário de Saúde, Daniel Soranz, mostra como o ritmo de vacinação é inversamente proporcional ao número de internações pela doença. Isto quer dizer que quanto mais pessoas imunizadas na cidade, menos internações acontecem. Veja: 

Grafico mostra que, quando mais pessoas vacinadas, menor o numero de internados em decorrencia da covid-19
Gráfico mostra que, quando mais pessoas vacinadas, menor é o número de internados em decorrência da covid-19 (Foto: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro)

“Para quem ainda dúvida da proteção coletiva e individual da vacina para COVID-19 aí vai um gráfico comparando o aumento da cobertura e as internações no Rio”, escreveu Soranz nas redes sociais.

De um lado, o gráfico mostra o índice de cobertura vacinal completa. Do outro, as internações por covid-19. A cidade do Rio, que já foi o epicentro da doença no Brasil, viveu o pior momento quando apenas 4,4% da população estava totalmente vacinada: durante a mesma semana, foram 1.493 internações.

Atualmente, com 74,6% da população total imunizada contra a covid, são 33 internações pela doença registradas na capital fluminense.

Último internado no Hospital Ronaldo Gazolla

No dia 15 de novembro, aconteceu uma cerimônia simbólica para celebrar a alta do último paciente internado com covid-19 no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, Zona Norte do Rio.

O hospital é referência no tratamento da covid-19 na cidade e, ao longo de 2021, foram tratados 10.800 pacientes com a doença. Adelino Gomes Silva Filho, de 70 anos ficou três meses internado e a alta com comemorada com festa pelos funcionários.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos