Vacina de reforço da AstraZeneca funciona contra Ômicron, aponta estudo laboratorial de Oxford

·1 min de leitura
Foto de ilustração sobre a vacina da AstraZeneca contra a Covid-19

Por Pushkala Aripaka

(Reuters) - Um esquema de três doses da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca é eficaz contra a variante Ômicron do coronavírus, que se espalha rapidamente, disse a farmacêutica nesta quinta-feira, citando dados de um estudo de laboratório da Universidade de Oxford.

Os resultados do estudo, que ainda serão revisados por pares e publicados em um jornal médico, correspondem aos das concorrentes PFizer-BioNTech e Moderna, que também descobriram que uma terceira dose de seus imunizantes funciona contra a Ômicron.

O estudo sobre a vacina da AstraZeneca, Vaxzevria, mostrou que após três doses do imunizante os níveis de neutralização contra a Ômicron foram amplamente semelhantes aos registrados contra a variante Delta do vírus após duas doses.

A empresa disse que os pesquisadores da Universidade de Oxford que realizaram o estudo são independentes daqueles que trabalharam no desenvolvimento da vacina com a AstraZeneca.

Os níveis de anticorpos contra a Ômicron após a dose de reforço foram maiores do que os anticorpos em pessoas que foram infectadas e se recuperaram naturalmente da Covid-19, acrescentou a farmacêutica.

Embora os dados iniciais sejam positivos para a empresa, a AstraZeneca disse na terça-feira que está trabalhando em parceria com a Universidade de Oxford para produzir uma vacina sob medida para a Ômicron, assim como outras fabricantes de vacinas.

(Por Pushkala Aripaka em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos