Vadão é demitido da Seleção feminina após eliminação na Copa

Vadão durante a Copa do Mundo (Pier Marco Tacca/Getty Images)

Após a Seleção feminina cair nas oitavas de final da Copa do Mundo, a CBF resolveu terminar o contrato do técnico Vadão, que estava a frente da equipe desde o ano de 2017.

A informação foi dada pela jornalista Gabriela Moreira, do Globo Esporte . Segundo a repórter, o presidente Rogério Caboclo tomou a decisão de demitir o técnico nesta segunda (22), um mês após a eliminação no Mundial.

Leia também:

A principal opção da CBF para substituir Vadão é a sueca Pia Sundhage, bicampeã olímpica com a seleção americana. Em um congresso realizado pela CBF, ela foi questionada pelas dibradoras se teria vontade de treinar Marta e a seleção brasileira e abriu um grande sorriso.

O outro integrante da cúpula do futebol feminino brasileiro, o coordenador Marco Aurélio Cunha continua na CBF até o momento, mas não teve seu futuro definido.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes