Vai um cafezinho? Grãos especiais ganham feira gratuita, em Laranjeiras

Carolina Callegari

RIO - O cheirinho de café vai estar no ar neste sábado. O público poderá sentir os aromas e as notas de rótulos preparados por produtores de diferentes partes do estado durante a primeira edição da Feira de Cafés Especiais e Produtos Agrícolas, evento gratuito que ocupará o Palácio Guanabara, em Laranjeiras, das 9h às 17h. A programação promete um mergulho neste universo, com degustações, cursos e workshops, leilão de grãos e a terceira edição do Concurso de Cafés Especiais do Rio de Janeiro, com dez finalistas.

Cafeicultores das regiões Serrana, Sul e Noroeste do estado marcam presença, com produtos para consumir durante o evento ou levar pra casa. Barracas com guloseimas para harmonizar, como queijos e mel, completam o mix. O evento é organizado pelo Sebrae e pela Associação dos Cafeicultores do Estado do Rio (Ascarj), com apoio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (Seappa).

Os cafés especiais são as estrelas da feira. Para o concurso, cerca de 40 produtores passaram por uma peneira com critérios rigorosos, da qual saíram os dez finalistas. O objetivo do evento é chamar a atenção para os produtos locais e permitir o contato direto entre produtores e consumidores.

— O vinho tem mais de 600 características, e o café, mais de mil. Queremos alavancar a produção do café proporcionando uma experiência gustativa e sensorial — conta Daniel Mac Mahon, diretor da Ascarj. — Hoje, 80% da produção vêm do noroeste do estado, quase 20% do sul e 1% do Vale do Café, que está se reestruturando e voltando a ganhar força.

A Fazenda Florença, de Conservatória, é uma das participantes do evento e finalista do concurso com o Vale do Café, rótulo com grão 100% arábica. Paulo Roberto dos Santos está à frente do cultivo da marca desde 2017, e espera que a feira ajude a alavancar o crescimento do mercado local.

— A região viveu o auge da produção cafeeira no século XIX. Estamos promovendo uma retomada do café no Vale do Café e, bravamente, representando a região — explica Santos.

Os cursos e workshops são abertos a público e profissionais do ramo, tendo a participação de baristas falando sobre bebidas, gastronomia e torra de cafés.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER ( OGlobo_Bairros )