Vai viajar? Quer economizar? Veja como suspender serviços

Luciana Casemiro
Conta de luz da Light vai mudar

RIO - Vai viajar? Está precisando reduzir gastos para pagar as contas do início do ano? Uma alternativa pode ser suspender temporariamente alguns serviços. Henrique Neves, diretor jurídico do Procon-RJ, lembra que para telefone fixo, móvel, internet e TV por assinatura a regra da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) especifica e prevê a interrupção, sem custo, por até 120 dias no ano.

— As pessoas desconhecem essa previsão e a possibilidade de negociar essa suspensão com outros serviços como academia, cursos livres, independentemente de haver previsão legal — diz Renata Reis, coordenadora de Atendimento do Procon-SP.

Telecomunicações

A Resolução 426/2005 prevê suspensão temporária de serviços de telefonia fixa, móvel, internet e TV por assinatura, pelo período mínimo de 30 dias e máximo de 120, uma vez por ano, sem custo. Na Claro, a suspensão pode ser solicitada pelo telefone 10621, para serviços residenciais, e 1052, para móveis. A Vivo orienta a solicitar com 24 horas de antecedência, em uma das lojas, ou a ligar para 103 15. Na TIM , o pedido pode ser feito no SAC. A Oi foi a única operadora que não quis informar como solicitar a suspensão. Para falar com a empresa, ligue para 10331.

Gás

Não há possibilidade de suspensão temporária do fornecimento de gás. Mas a Naturgy, antiga CEG, recomenda que em caso de viagem, por medida de segurança, além de economia, os registros de aquecedor e fogão sejam fechados. De qualquer forma, há cobrança de taxa mínima de R$ 42,59.

Luz

No caso do fornecimento de energia, para quem for passar um longo período fora do imóvel, é possível pedir o encerramento e, posteriormente, a abertura de contrato. Este procedimento, no entanto, não é recomendável para pequenos períodos de ausência, pois tem custos. Para quem vai viajar e quer garantir a cobrança do valor mínimo, chamado custo de disponibilidade do sistema, a Light orienta esvaziar a geladeira e tirá-la da tomada, assim como outros aparelhos, pois, mesmo que não estejam em uso, o stand-by consome energia. O custo de disponibilidade da Light varia de R$ 19,35, para instalações monofásicas, a R$ 79,20 (trifásicas). Os valores para desligar e ligar ficam entre R$ 39,68 e R$ 208,16 por operação. Na Enel, essa taxa vai de R$ 22,49 a R$ 92,69. Para desligamento e religação, os valores, também por operação, variam de R$ 39,68 a R$ 99,24.

Água

O desligamento e religamento de água é complicado, porque exige a quebra da calçada, da rua e de parte da estrutura interna do imóvel, o que implica em custo para o cliente, calculado de acordo com o diâmetro da tubulação que abastece a unidade. A Cedae e a Águas de Niterói orientam que, em caso de viagem, se feche o registro de entrada da água da rua, garantindo a cobrança do valor mínimo. Para os clientes da Cedae, a taxa fica entre R$ 105 e R$ 120. Para os da Águas de Niterói , varia de R$ 30,98 (tarifa social) a R$101,37.

Outros serviços

Academias, natação, lutas, cursos livres, assinatura de jornais e revistas costumam prever a possibilidade de interrupção, sem custo, por até 30 dias no ano. Caso não esteja no contrato, isso pode ser negociado. Mas é importante fazê-lo por escrito, mesmo que por mensagens.