Vale e teles levantam Bolsa no dia, mas semana tem queda de 3%

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.08.2011 - Painéis de indicadores econômicos na sede da Bolsa de Valores de SP. (Foto: Alessandro Shinoda/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.08.2011 - Painéis de indicadores econômicos na sede da Bolsa de Valores de SP. (Foto: Alessandro Shinoda/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ibovespa, índice de referência da Bolsa brasileira, fechou em alta de 0,59% nesta sexta-feira (19), a 103.035 pontos, interrompendo uma série de quatro quedas consecutivas. Nesta semana, porém, o índice recuou 3,03%. A queda acumulada no ano é de 13,42%.

O dólar subiu 0,73%, a R$ 5,6100, refletindo a expectativa de investidores com a possibilidade de aumento dos juros nos Estados Unidos.

O mercado de ações foi puxado por Vale e siderúrgicas, na esteira do avanço do minério de ferro, e por empresas de telecomunicação, após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal ) favorável ao setor.

As ações da Telefônica Brasil e da TIM subiram nesta sexta, após ministros do STF formarem maioria pela redução do ICMS para serviços de telecomunicações em Santa Catarina, em decisão que poderá ser aplicada a todo o país.

Investidores seguiram acompanhando o desenrolar em torno da PEC dos Precatórios, mas a falta de notícias relevantes sobre o tema deu espaço para a leve recuperação dos negócios.

O dólar subiu pelo quinto pregão consecutivo nesta sexta-feira, puxado pela força da moeda no exterior em meio a discussões sobre chances de aperto monetário antecipado nos Estados Unidos.

A valorização na semana foi de 2,78%. No ano, a moeda americana acumula ganhos de 8,11% em relação ao real.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos