Vale inicia parada em Onça Puma após suspensão de licença de operação

·2 minuto de leitura
Logo da Vale em unidade do Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - A Vale informou nesta segunda-feira que deu início à paralisação das atividades na mina de Onça Puma, no Pará, após ter sido notificada da suspensão da licença de operação pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Segundo a Vale, a secretaria suspendeu a autorização com base "em alegado descumprimento de condicionantes da licença".

Onça Puma responde pela produção de níquel da Vale no Brasil, que somou 16 mil toneladas em 2020.

A produção total da empresa somou 215 mil toneladas do metal no ano passado.

A paralisação de Onça Puma vem cerca de uma semana após a companhia ter tido problemas em uma mina de níquel no Canadá, devido a um incidente que terminou sem feridos mas paralisou operações da unidade que extraiu nos primeiros seis meses de 2021 cerca de 3,6 mil toneladas.

A mineradora afirmou ainda que os impactos diretos estimados com a paralisação da mina de Onça Puma ainda estão sendo avaliados.

A Vale destacou que "está em contato com a SEMAS para entender os fundamentos técnicos e jurídicos da determinação, assim como tomando as providências administrativas e judiciais cabíveis buscando reverter a ordem de suspensão das operações da mina, a qual entende improcedente".

A secretaria disse que a licença de operação foi suspensa na sexta-feira por não cumprimento de condicionantes para a autorização, como a disponibilidade de estrutura de fibra ótica nos municípios de Ourilândia do Norte, Tucumã, Água Azul do Norte, Parauapebas e São Félix do Xingu, bem como à implantação de unidade de saúde na região.

Em nota ao mercado, a companhia disse também que os impactos para a empresa da parada de Onça Puma vão se somar também a "prováveis prejuízos daqueles que formam toda a cadeia produtiva na qual se insere tal atividade, tais como fornecedores de insumos, prestadores de serviço, clientes e colaboradores, além da União, do Estado do Pará e dos municípios abrangidos pelo empreendimento".

(Por Roberto Samora e Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos